terça-feira, 4 de outubro de 2011

O Nome, você entende o que diz?



Nas duas últimas semanas o município de Santana – AP vem passando por um momento muito delicado politicamente. Os poderes legislativo e o executivo não estão se entendendo, e quem padece nessa história é o Povo. Durante esse fatídico embate político-ideológico algo chamou a minha atenção – o uso excessivo do nome de Deus.

O que se passa pela cabeça daqueles que usaram o nome de Deus em seus discursos? Será que esse nome serve para validar seus atos? Houver muitas citações de trechos da Bíblia Sagrada, mas nenhum deles se lembrou da passagem que diz: - “Não tomarás em vão o nome do SENHOR, o teu Deus, pois o SENHOR não deixará impune quem tomar o seu nome em vão” (Êxodo 20.7 NVI).

Hoje as pessoas se apropriam dos signos e das simbologias de cunho religioso sem pelo menos saberem o estão seguindo, a sociedade capitalista atual busca alívios imediatos. A maioria de nós não quer “perder tempo” lendo a Bíblia, nós queremos que alguém faça isso por nós e nos contentamos em repetir o que o outro aprendeu sobre Deus. Com isso nos tornamos conhecedores apenas de ouvir falar sobre Deus sem, no entanto, ter um relacionamento íntimo e sincero com Ele.

Vivemos em tempos onde as pessoas que se dizem Cristãs “selecionam as poesias e promessas” contidas na Bíblia, muitos relatam que sentem uma paaaz enorme quanto estão lendo o livro sagrado. Mas essa paz dura apenas o tempo da leitura. Outros leem a Bíblia e dizem: “com isto eu concordo, mas com aquilo eu não concordo”, quando a palavra se harmoniza com aquilo que eles pensam a Bíblia é uma maravilha, agora quando ela vai de encontro a suas convicções a Bíblia passa a ser um livro antiquado.

O que presenciei nesses dias foi o uso da Bíblia e do nome de Deus ao bel prazer, sem discernir as implicações de seus atos. O que está acontecendo minha gente, é a ação do espírito do engano alertado pelos profetas. Onde as pessoas falam, falam, falam em Deus e não são curadas e nem libertas de seus males. Deus conhecer o coração do ser humano e não se deixa levar por palavras. De Deus não se ZOMBA!!!

Eu fico por aqui e por aí, mas sempre no Caminho,
Jonas Lima da Silva
04 de Outubro de 2011
Postar um comentário