sábado, 12 de maio de 2018

Eu não perdi minha Mãe

Fevereiro de 2017 - Município de Amapá-AP
Eu não perdi minha Mãe,
Eu ganhei Esperança.
Ela morreu, sim Ela morreu,
Mas seus ensinamentos e exemplo estão Vivos dentro de mim.

Eu não perdi minha Mãe,
Eu ganhei Esperança.
Esperança que procede do Evangelho, pois está escrito:
“Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança”.

Minha Mãe me ensinou a crer nas boas novas, que é o Evangelho. Eu creio que Jesus morreu e ressuscitou, e quem assim acreditar pode até morrer, mas tornará a viver.

Eu não perdi minha Mãe,
Eu ganhei Esperança.

Esperança que afirma que Cristo ressuscitado “descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro”. E diz mais:” depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor”.
Nós que cremos no Evangelho devemos ter essa Esperança, pois Cristo Venceu a Morte:
Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?
O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
Mas graça a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.

Eu não perdi minha Mãe,
Eu ganhe Esperança.
Esperança que “num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade”.
Nós que lavamos nossas vestes no Sangue do Cordeiro temos Esperança que nossa redenção está próxima.
Nós que fomos chamados das trevas para a Luz temos Esperança em morar em Novos Céus e Nova Terra, em que habita a justiça.
Nós que sofremos com e por Cristo Reinaremos com Ele em Glória. E o Leão da Tribo de Judá enxugará de nossos olhos “toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas”.

Eu não perdi minha Mãe,
Eu ganhei Esperança.

Jonas Lima da Silva,

Santana, 11 de maio de 2018

terça-feira, 8 de maio de 2018

Algumas considerações sobre a Cruz de Cristo

Imagem relacionada


Na Cruz consigo enxergar quem eu sou.
E quem eu Sou?
Sou um maldito pecador. Pois como está escrito: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro [Cruz].
Na Cruz consigo enxergar quem eu devo ser.
E o que devo ser?
Eu devo ser parecido com Jesus, que se “achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz”.
Como pecador, eu busco satisfazer minhas próprias vontades e desejos, me tornando assim, inimigo de Deus. É por isso que preciso olhar para cruz, porque é mediante a cruz de Cristo que sou reconciliado com Deus. Agora o pecador passar a ser justificado, o maldito merecedor de morte, passa a ser bendito e agraciado com a vida mediante a fé em Cristo Jesus.
Após ser declarado justo pela fé na morte sacrificial e substitutiva de Jesus, é necessário ter a mesma paixão de Cristo pela cruz. Como está escrito: “Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus”.
Na cruz vejo meu chamado: “Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação”. E mais, “porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas”.
A cruz revela quem sou e o que devo ser. É por esse motivo que ela é o centro do Genuíno Evangelho. Veja a declaração visceral do Apóstolo Paulo aos Gálatas: “Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo”.
A nossa glória é a Cruz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, pela qual o mundo e sua concupiscência está morto para nós e nós para o mundo.

Jonas Lima da Silva,
Santana, 08 de maio de 2018

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Minha cura, meu chamado (Isaías 6)

Resultado de imagem para profeta Isaías  viu o senhor



Eu vi o SENHOR, por isso estou envergonhado.
Meu pecado foi exposto.
Como posso falar em nome do SENHOR?
Meus lábios são impuros!
Como posso estar na presença do SENHOR?
Eu vivo no meio de um povo pecaminoso.

Eu vi os Seres Celestiais proclamarem: Santo, Santo, Santo, é o SENHOR dos Exércitos, e todo Terra está cheia da glória do SENHOR.

Eu vi o temor com o qual os Serafins adoravam o SENHOR.
Então foi tomado por um desespero indescritível:

− Aí de mim, não tenho Salvação! Porquanto sou um pecador; e os meus olhos contemplaram o Rei, o SENHOR!

Inesperadamente fui agraciado pelo SENHOR.
Ele tocou meus lábios, minha culpa foi removida e meu pecado foi perdoado.
Agora posso responder ao clamor de meu SENHOR.

− Quem hei de enviar? Quem irá proclamar as Boas Novas de Salvação ao povo?

− Eu estou pronto SENHOR, pode me enviar!

Eu vi o SENHOR, e minha hipocrisia foi exposta.
Eu vi o SENHOR, e fui curado do auto engano.
Eu vi o SENHOR, e meu pecado foi perdoado.
Eu vi o SENHOR, por isso anuncio ao Mundo inteiro sua Santidade, sua misericórdia, seu amor e sua graça.
Eu vi o SENHOR.
"E por essa graça,  hei de honrar Teu nome!"

Jonas Lima da Silva

Santana-AP, 22 de dezembro de 2017

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Emanuel


Um Deus Presente foi o Presente de Deus – Emanuel, Deus conosco. Aquele que era desde da fundação do mundo se fez presente fisicamente na história humana.

Tens olhos? Tens mãos? Sim Ele tem.

Seus olhos derramaram lágrimas.

Suas mãos que muitas vezes curaram os enfermos, foram feridas.

Ele sentiu sede, mesmo sendo a Água da Vida.

Ele sentiu fome, mesmo sendo o Pão Vivo que desceu do Céu.

Ele se sentiu impotente, mesmo sendo o Todo-Poderosos.

Ele precisou Morrer para satisfazer a vontade do Pai, mas a morte foi derrotada.

A morte não sabia que Ele é Emanuel, Deus conosco.

Ele é Presente, por isso ressuscitou.

Presente de Deus não Morre.

Emanuel!

Deus sempre Presente,
Presente para todo aquele que Nele crê.


Jonas Lima da Silva,
Santana –AP, 18 de dezembro de 2017

sábado, 18 de novembro de 2017

Como eu poderia ser tão egoísta?


Como eu poderia ser tão egoísta em querer a Senhora aqui comigo?

Deus te chamou para morar com Ele, essa era sua maior esperança.

Tudo que Deus faz é bom.

Deus me deu você.

Mãe...

Tradução do Amor de Deus.

Mãe, a senhora tinha trinta e três anos quando eu nasci. E quando eu completei trinta e três anos a senhora partiu.

Como eu poderia ser tão egoísta em querer a Senhora aqui comigo?

Hoje dia 18 de novembro de 2017 estaríamos festejando os seus sessenta e sete anos. Em 2015 escrevi o seguinte:

Para Minha Mãe, Benedita Lima da Silva

Minha mãe,
Mãe...
És sinônimo de beleza, honestidade, bondade, dedicação, seriedade, serenidade, sabedoria, bom humor [Sim Bom Humor rs’]...
Quando penso na Senhora lembro de Amor! Amor, Amor, Amor...
Lembro quando a senhora ia nas reuniões da escola, e depois se perguntava como o Jonas não é bagunceiro? Como o Jonas possuí boas notas?
A Senhora era o motivo. Estudei por você mãe!
Eu tento ser como a Senhora é.
Quantas vezes eu abri a porta do seu quarto e lá estava a senhora de joelhos orando e nas madrugadas lendo a Bíblia.
A Deus minha eterna Gratidão por ser Seu Filho,
Parabéns minha Rainha... Feliz Aniversário!
“Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar”.
Jonas Lima da Silva
Santana – AP, 18 de novembro de 2015

Já em 2016 fiz um breve post:

Sinceramente, nem sei bem o que escrever para minha mãe.
Hoje é aniversário dela. 
A frase que fica em minha mente é:
- Muito obrigado Mãe!
Viva para Sempre mãezinha, meu amor. 
      🎉🎈🎊🎁🎉🎈🎊😘🎂😍

Obrigado meu Deus pela Mãe que o Senhor me deu!

Obrigado meu Deus pela Pai que o Senhor me deu!

Obrigado meu Deus pela Família que o Senhor me deu!

Obrigado meu Deus pela Esposa que o Senhor me deu!

Obrigado meu Deus pelos amigos que o Senhor me deu!

Obrigado meu Deus!

Obrigado, obrigado por me amar.


Jonas Lima da Silva

Santana – AP, 18 de novembro de 2017

sábado, 16 de setembro de 2017

O Maior Escândalo de Todos os Tempos


Imagem relacionada

O Maior Escândalo de Todos os Tempos

O Apóstolo Pedro fez a afirmação mais absurda que um ser humano poderia fazer. “Tu és o Cristo, o Filho do Deus Vivo”, foi o que ele asseverou a respeito de Jesus, um simples homem de Nazaré.

Ninguém em sã consciência poderia fazer tal assertiva, por isso Jesus responde a Pedro dizendo: “bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus”.

Pedro só disse o que disse porque visitado por uma revelação divina. Os estudiosos não perceberam, os detentores do poder da época não notaram, pois para estes o Cristo (o Messias) viria com poder e grande glória, destruiria os inimigos e restauraria orgulho do “povo de Deus” (os Judeus).

A afirmação de Pedro: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus Vivo”. É um escândalo total para os judeus (representando aqui o poder da religião), porque igualava Jesus a Deus. Já para os gregos (representando aqui o poder da filosofia, o saber humano) era total loucura, pois a força criadora de tudo que existe estava ali, na figura daquele judeu.

Pedro só fez a afirmação mais chocante que alguém poderia fazer porque foi visitado por Deus, sua mente foi iluminada pelo Espírito Santo. E não só Pedro, mas, os cegos, os coxos, os paralíticos, os endemoninhados, os leprosos, as crianças, os ladrões, as prostitutas, os pobres, os pequeninhos, os excluídos do convívio social, foram agraciados com a divina revelação do Cristo, o Filho do Deus Vivo.

A revelação de que Jesus é Deus só chega ao coração dos pequeninos, ao coração dos humildes (os ensináveis), ao coração dos miseráveis (quem reconhece que é pecador). Precisamos esquecer de tudo que somos diante dos homens e nos apropriarmos da graça e do amor divino que cura os cegos, que devolve os movimentos aos paralíticos, que cura mente, que cura os cegos, que tira os pesos e fardos da vida. A graça e o amor divino nos livra das ilusões, que cura o olhar, cura o coração e nos dá uma nova oportunidade de vida.

Quando chega ao nosso coração a revelação de que Jesus é Deus, um novo ser começa a ser gerado em nós, então vamos deixando as coisas velhas e que nos afastam de Deus para trás, e vamos aprendendo a viver conforme os ensinos de Jesus.

A medida que vamos conhecendo Jesus, o propósito de nosso vida é revelado.

Jonas Lima da Silva
Santana, 16 de setembro de 2017.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

A Casa vai cair


Resultado de imagem para casa caiu


É essencial que todo aquele que se diz cristão saiba quem foi Jesus Cristo. O que Ele ensinou, como Ele viveu, o que Ele fez e porquê Ele fez.

Diante da atual situação do mundo é preciso, mais do que nunca, colocar em prática o que Jesus ensinou.

Jesus ensinou que odiar não faz sentido.

Ele ensinou que ser violento é bobagem.

Ele ensinou que podemos viver de forma pacifica, fazendo o bem a todos, e que devemos tratar as pessoas como elas fossem superiores a nós.

Ele nos ensinou amar, a respeitar os diferentes.

Jesus nos ensinou a perdoar e a pedir perdão.

Jesus nos ensinou a orando por nossos inimigos...

Jesus nunca disse que seria difícil fazer tudo aquilo que ele pediu. Ele afirmou que o fardo dele é leve e o jugo dele é suave, e devemos aprender dele porque ele é manso e humilde. Precisamos dessa mansidão e dessa humildade de Jesus nessa era de carnificinas, de cinismo.

Precisamos colocar em prática os ensinos do Messias.

Jesus disse que aquele que ouve as suas palavras e as pratica será considerado como um homem prudente, um homem sábio que edificou sou casa sobre a rocha. Sopraram os ventos fortes, vieram as tempestades, as adversidades e a casa ficou de pé. Mas todo aquele que apenas ouve as suas palavras e não pratica foi comparado com um homem sem juízo, que edificou sua casa sobre a areia. Sopraram os ventos fortes, vieram as tempestades, as adversidades e deram contra essa casa e Jesus fez questão de disse: quão grande foi a queda dessa casa.

Essa casa pode ser sua vida, se você edificar a sua vida sobre a rocha que é Jesus, o fundamento sólido da existência, e praticar o que ele ensinou você vai vencer todas as adversidades.

Agora se você apenas achar bonito o que ele ensinou e acreditar ser impraticável, verdadeiramente, sua casa vai cair.

O mundo está em ruína porque não pratica o que Jesus ensinou.

Por: Jonas Lima da Silva

Obs. 1: Esse texto é um transcrição de um vídeo que fiz e resolvi não postar.
Obs. 2: Tentei ser fiel a tudo que falei no vídeo, isso explica a linguagem do texto.