segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Não é apenas um Ano




 O dia 12 de dezembro de 2015 foi sensacional, nossos amigos estavam lá. Nossas famílias estavam lá, alguns desconhecidos também estavam lá (risos).

Meu coração batia em ritmo acelerado. Eu tentava disfarçar o nervosismo, sorria, fala com um, fala com outro, contudo meu pensamento estava nela – a mulher que despertou em mim o mais nobre dos sentimentos: o Amor.

Amor é razão do dia 12/12/2015.

Finalmente ela chegou, a cerimônia começou.

Quanta emoção entrar com minha Rainha, a mulher que me criou com tanto amor e me ensinou a viver para Cristo. Não sei dizer o que a mamãe sentia naquele momento, mas tenho certeza que ela estava orgulhosa do seu filho caçula.
Silêncio.

1,2,3... a música de entrada da Noiva começou a tocar. Foi uma surpresa e tanto quando vi minha Rose vestida de Noiva, suspirei profundo, segurei as lágrimas, e a música tocava. Ela se aproximava, meu coração disparava, minhas mãos suavam. Ao olhar as fotos percebi que meus olhos brilhavam, pensei que isso fosse só uma metáfora, somente no dia 12 de dezembro de 2015 descobri que nossos olhos realmente brilham quando enxergamos a pessoa amada.

Chegou o memento, fui até o pai dela e apenas pensei: sua filha agora é minha mulher (risos). Peguei a mão dela, dei um beijo carinhoso e caminhamos até o altar. O Pastor e a mestre de Cerimônia foram perfeitos.
Trocamos os votos nupciais, alianças no devido lugar. O Pastor orou abençoando nosso matrimonio, as lágrimas foram inevitáveis e aquele lindo riso quando nos olhamos.

Agora estamos casados.

Fotos e mais fotos.

Comidas e mais comidas.

Depois mais fotos.

Você deve está pensando:

 – Que casamento lindo.

Casar é bom, e permanecer casado é uma Arte. É a arte da compreensão.

Hoje dia 12 de dezembro de 2016, estamos completando nosso primeiro ano de casamento, passamos por momentos difíceis durante esse tempo, porém “até aqui nos ajudou o Senhor”.

Agradecemos muito o cuidado de Deus e a ajuda de nossos familiares e amigos. Um ano de uma Eternidade,

Jonas Lima da Silva e Rosineide Pessoa Lima.

Santana, 12 de dezembro de 2016.




Postar um comentário