quinta-feira, 17 de maio de 2012

O Evangelho da [auto]Propaganda


O Evangelho da [auto]Propaganda

          Tenho acompanhado de perto um fenômeno muito Comum-estranho no bojo da Igreja Evangélica, sobretudo, no município de Santana – AP. E que fenômeno é esse?
O fenômeno é a jactância de muitos lideres e, por conseguinte de seus liderados. Todas as atividades [eventos] que ocorrem em suas comunidades são motivos para eles se autoproclamarem os melhores, os ungidos, os tais!
Acredito que isso é tudo vaidade, são obras de recompensas imediatas, ou, como disse Jesus: – Em verdade, em verdade eu vos digo que estes já receberam a vossa recompensa. Aqueles que se jactam de suas obras, apenas delas viverão, e obras sem fé é morta, posto que fé e obras são indissociáveis.
“²³Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas, ²Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o SENHOR, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR” (Jeremias 9.23-24).
Aos evangélicos da Propaganda deixo esta palavra: ARREPENDAM-SE... É simples assim.
Eu fico por aqui e por aí, mas sempre no Caminho,
Jonas Lima da Silva,
17 de abril de 2012, Santana, AP
Postar um comentário