quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Deixe o amor falar



Deixe o amor falar

Não sei escrever bonito, a dificuldade aumentou quando decidi escrever para senhorita, a qual despertou em mim os mais puros sentimentos.

Agora, revisto-me de uma coragem heroica para adentrar nesse campo de batalha imprevisível chamado coração.

Destemido sigo minha jornada rumo ao desconhecido; auspicioso, almejo encontrar o amor em teus braços.

Alimento-me da esperança, e quando minha fé mostra sinais de fraquezas teu sorriso renova minhas forças. Ergo a cabeça, avisto o horizonte; te vejo distante...

Mesmo assim, meu coração pulsa em ritmo descompassado; sorrir torna-se inevitável, o rosto reflete o estado de espírito de um ser apaixonado.

 - Paixão? A paixão não é um sentimento fugaz, passageiro?

Sim, mas quando falo de paixão, estou me referindo a força que ela possui de nos ligar a alguém.

Quero te ver toda dia,

Toda hora,

Cada instante...

Como eu já tinha descrevido, sou raso com as palavras. E elas jamais poderão expressar por inteiro o que só se pode experimentar.

Portanto, deixo aqui minha proposta, vós podeis até rejeitar. E minha sugestão é: - experimente, se entregue; deixe o amor falar!

Com carinho e amor,
Jonas Lima da Silva,
Santana, 11 de outubro de 2013

Às 4h05min
Postar um comentário