quinta-feira, 4 de agosto de 2011

O Reino de Deus


Confesso que não foi nada fácil escrever este texto sobre o Reino de Deus, pois comecei a ler alguns artigos sobre o assunto e muitos deles tratavam da diferença entre o Reino de Deus e, o Reino dos Céus. Todavia o objetivo deste texto não é diferenciar o Reino de Deus e do Reino dos Céus, acredito que tal diferença não existe, o objetivo é apenas expor o que é o Reino de Deus de forma sucinta conforme o Evangelho.
A Bíblia diz em Lucas cap. 8.1 que Jesus “andava de cidade em cidade, aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele”. Diante disso podemos indagar, afinal de contas o que é o Reino de Deus?
Certa vez Jesus foi questionado pelos Fariseus sobre quando havia de vir o Reino de Deus, “respondeu-lhes, e disse: O Reino de Deus não vem com aparência exterior. Não dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque o Reino de Deus está entre vós” Lucas cap.17.20-21. Em outra versão diz: “estará dentro de vós”.
O Reino de Deus não é tem aparência exterior e estará dentro de cada um que aceitar Jesus como seu salvador. O Reino não tendo aparência exterior isso quer dizer que não importa parecer, o importante é ser, assim não tem diferença de sexo, cor, etnia, pobres, ricos, o Reino é para todos. “vinde a mim, TODOS os que estais cansados e sobre carregados, e eu vos aliviarei” palavras do Salvador.
O Apóstolo Paulo em Romanos cap. 14.17 escreveu: “Porque o Reino de Deus não é Comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo”. Posto isso, podemos responder a pergunta feita a cima. O Reino de Deus não tem aparência visível, e quando o Apóstolo Paulo diz que o Reino não é comida nem bebida ele estava deixando claro que religião nenhuma pode colocar ou tirar o que o Reino de Deus É. Então Paulo vai mais fundo e afirma categoricamente que o Reino de Deus é: Justiça, Paz e Alegria no Espírito Santo.
 O Reino de Deus é Justiça...
Isso quer dizer primeiramente que Deus não faz acepção de pessoas, todos são iguais perante ELE. No antigo testamento quem andava de acordo com a Lei era chamado de Justo, então podemos entender aqui que, Justiça é obedecer a Lei do Senhor. Todavia a Lei tornou-se inoperante na vida dos que viviam debaixo dela. Agora estamos debaixo da Graça e, a Graça de Deus é manifestada em sua Justiça que é Jesus Cristo. Porque quem aceitar a Jesus como seu Salvador é Justificado perante Deus.
Quando aceitamos Jesus passamos a ter uma nova vida Nele, isto é, vivemos em seu Reino e seu Reino em nós. Quando o Apostolo Paulo escreveu “não vivo eu mais Cristo vive em mim” ele estava expressando que o Reino de Deus e sua Justiça [Jesus] habitavam no seu Templo, ou seja, em seu corpo.
Se Jesus é nossa Justiça, devemos descansar e esperar o momento certo onde Ele Julgará os nossos Adversários. Nossa Justiça é nada, mas a Justiça de Deus é tudo em nada. Está escrito que Deus Julga com Justiça. Então busquemos o Reino de Deus e sua Justiça, pois felizes são os que têm fome e sede de Justiça.
O Reino de Deus é Justiça e, seu Amor é derramado sobre todos. O perdão de Deus nos alcançou e alcança todos os que ouvem o seu chamado ao arrependimento. Diante disso, devemos entregar a Deus todas as nossas causas e litígios com o nosso semelhante, pois o Reino de Deus é Justiça e aqueles que nasceram de novo fazem parte desse maravilhoso Reino.
O Reino de Deus é Paz...
Está escrito que, a paz de Deus excede todo o entendimento. Logo, o mundo pode está em guerra, mas os que pertencem ao Reino estão em paz. A vida de quem pertence ao Reino pode está cheia de dificuldades, porém, nada e ninguém podem tirar a paz do seu coração. Isso acontece porque o Reino de Deus é um Reino da verdadeira PAZ! E esta fruto da Justiça.
O Reino de Deus é Alegria no Espírito Santo...
As pessoas buscam alegria em muitas coisas, o que não é errado. Mas essa alegria é evanescente, passageira. E normalmente na busca por alegria muitos entram no mundo dos vícios (drogas, sexo, religião, amor possessivo...). Assim, aprisionam suas almas. Já a Alegria quem vem do Espírito Santo é Eterna. É consequência da Paz. E expressa à certeza de quem vai morar num lugar melhor, onde O BOM Deus enxugará de nossos olhos toda lágrima e descansaremos nos braços de nosso Pai.
Eu fico por aqui e por aí, mas sempre No Caminho!
Jonas Lima da Silva
Postar um comentário